26 de outubro de 2012

Meus arcos preferidos

2 comentários :
 Vim aqui, lutando contra minha falta de assunto falar para vocês alguns dos meus arcos preferidos das HQs, ou tentar colocar os mais icônicos pra mim pro texto não ficar muito extenso e cansar meus leitores legais que sempre me ajudam a divulgar o blog ( estou puxando saco de vocês).

 Vamos começar com meu herói preferido da Casa das Ideias, nada mais nada menos que o amigo da vizinhança, o Homem-Aranha. Não estou dizendo que é o melhor dele, porém foi o que mais me marcou.

Homem-Aranha: A Saga do Clone

 Acho que uma boa parte não conhece esse arco tão confuso e desafiador de sanidades mentais, mas tentarei explicar pelo menos no que ele se baseia. O Chacal (clone do Dr Miles Warren, criado e "mutado" pelo próprio doutor) através de várias experiências, incluindo uma recriação de Gwen Stacy, também acaba fazendo clones de Peter Parker. Ok, só nisso você já imagina a bagunça e a confusão que ele fez, não? Principalmente quando criou uma intriga entre Ben Reilly (um dos clones) e Peter, falando que o clone era o verdadeiro e o verdadeiro era o clone. E isso ficou martelando na minha cabeça, e na de muita gente também, até que Ben Reilly foi nomeado como Peter original, somente para mais tarde, Marvel voltar atrás e revelar que Norman Osborn (ainda vivo) estava por trás de tudo, e PASMEM, Peter era o verdadeiro, e sempre foi. Apesar das confusões entre os clones, e do final meio que tapa buraco, Saga do Clone ainda é um dos meus arcos preferidos, torço ainda pra um encadernado chegar.


Batman: Terra de Ninguém

 Quem conhece esse arco, e viu The Dark Knight Rises vai achar muitas semelhanças e muitas diferenças. A hq retrata como Gotham ficou bons tempos isolada do resto do país, pois um terremoto de magnitude 7.6 assola toda a cidade corrupta, a cidade ficou totalmente "inabitável" e o governo considera ela uma terra de ninguém, todos são obrigados a sair dela. Gotham se torna praticamente uma cidade sem leis, ela é dividida em áreas, que cada bandido de Gotham mandava. Porém Batman, e o grande comissário Gordon e mais alguns aliados não abandonam a cidade.
 Não vou falar tudo que acontece nesse arco pois é MUITA coisa, vou só falar uma coisa que quase me fez chorar, quando Batman está conversando com Gordon em determinada parte da historia, este diz que pretende revelar sua identidade secreta para o comissa, quando Batman tira a máscara, Gordon vira para trás e se recusa a ver .
 Uma última coisa que marcou, foi logo após o Coringa ter matado a esposa do Gordon, Sarah. O comissário pretende matá-lo, porém ele pensa melhor e atira na perna do palhaço do crime, Coringa ainda encerra com uma piada, dizendo que ele tentou devolver o troco com o que ele tinha feito com Barbara.

X-Men: A Era do Apocalipse

Um arco que está sendo relançado em forma de encadernado (dividido em seis partes) e é ótimo. Darei uma breve introdução, esse arco conta a historia de uma timeline diferente do universo Marvel, em que o filho do Prof Xavier, Legião, do futuro, volta ao passado para matar Magneto, porém seu pai acaba interferindo e quem morre é ele. Isso desencadeia em transformações drásticas ao universo, sem os ensinamentos que Xavier viria a exercer, todo o mundo mutante foge de controle e o tirano Apocalipse (um dos meus vilões preferidos) surge e domina praticamente o mundo todo, matando os "indignos" humanos e fazendo um verdadeiro pandemônio, o que serviu pra movimentar muito as hqs dos X-Men. Também conta o que houve com o resto dos herois Marvel, como Peter tendo morrido logo no início dos abates contra os humanos, um Quarteto (infelizmente sem Reed e Johnny) lutando pela liberdade, além desses, o arco trouxe momentos muito legais, como Gambit e os X-Eternos indo em busca do cristal M'kraan ou o massacra da Geração Nova.

A Noite Final

Uma entidade filha da mãe chega para causar muitas confusões ao universo DC! Esta entidade é nada menos que o Devorador de Sóis, que pretende simplesmente jantar nossos querido sol, deixando todo o pessoal da terra num eterno gelo ( consequentemente morrer) e também deixando um Superman cabeludo sem poder nenhum.
 Os heróis tentam várias coisas, desde usar um tubo de explosão para conduzir o devorador a outro setor do universo, até criar um mini-sol para ele devorar e assim sair fora. Mas obviamente isso não deu certo, sobrando assim, para um dos heróis mais "malucos das ideias", o Lanterna conhecido como Hal Jordan, mas infelizmente tomado por Parallax, salvar o dia.
 Para se redimir de tudo que fez, ele decide simplesmente absorver o Devorador num dos momentos mais bonitos das hqs, enquanto ele devora o grande vilão, ele começa a dizer o lema dos Lanternas Verdes. Sendo assim, é completamente destruído, tendo sequência um velório emocionante para o "herói" que salvou a terra, ganhando o perdão até do carrancudo Batman.

2 comentários :

  1. esperando agora o post sobre as flechas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk gostei gato !!!

    ResponderExcluir