9 de outubro de 2013

E essa demo de Beyond: Two Souls?

Um comentário :
Confesso que de início eu não estava muito interessado neste game, via alguns trailers, imagens, novidades mas mesmo assim não conseguiam capturar o meu interesse.

Foi aí que a Quantic Dream lançou a demo, eu baixei a dita cuja e aconteceu. Porém, não acho que irei pegá-lo logo agora (sendo que foi lançado ontem) e por isso decidi fazer uma pequena prévia do que eu achei legal na demo.


Nós começamos controlando a protagonista do game, Jodie Holmes (a lindíssima Ellen Page) ainda criança, numa sala de testes, funcionando meio que como uma parte da história disfarçada em tutorial, nela aprendemos os movimentos de Jodie e de uma entidade misteriosa, Aiden, que a acompanha desde que nasceu.

Não é definido exatamente o que Aiden é, porém quando assumimos sua forma, podemos passar paredes, agir sobre coisas, assustar as pessoas, ou mesmo explodir carros, matar e tomar controle de almas, é algo bem interessante.

Pra quem já jogou Heavy Rain e curtiu, Beyond é um prato cheio de possibilidades e variações da história. Você estará presenciando um filme/jogo, e não é  ruim, tem muita tensão, ação e você fica ansioso pra saber mais da história desses dois, só jogando mesmo pra você ter a experiência completa.


O jogo nos dá muitas interações de cenários quando estamos com Jodie, numa parte em que você tem que fugir dos policiais na floresta, a protagonista sai correndo e você tem que fazer movimentos para cima e para baixo com o analógico para faze-la desviar de galhos e troncos, além de controlar sua direção enquanto ela corre.

Lembrando que esse jogo não tem tela de game over, qualquer atitude que você tome e dê errado, vai contar para a narrativa e os personagens se adaptarão à falha. Uma coisa que notei, e que depende muito do ponto de vista de cada um, é que há bastante QuickTime Event, porém não chegam a atrapalhar.

Pelo menos nessa demo eu achei a distribuição de partes da história e de momentos de ação com a Jodie e Aiden bem balanceados. Algo ótimo que fizeram também foi o sistema de luta, a tela fica em slow motion e você tem que apontar o analógico para a direção que quiser, por exemplo, se abaixar, Jodie irá desviar da pancada, mas se apontar o analógico para o atacante, ela irá chutá-lo ou socá-lo.


Os gráficos também estão impressionantes, o nível de detalhamento em cada personagem, principalmente em Jodie quando ela fica toda suja e machucada e no mundo que os cerca é incrível, e eu achando que The Last of Us era o último jogo "nível máximo" de gráficos que eu veria nessa geração...

Além de Ellen Page e (o ótimo) Willem Dafoe no elenco, temos também nomes menos conhecidos, como Kadeem Hardison e Eric Winter. Beyond: Two Souls já está à venda e disponível somente para PlayStation 3.

Um comentário :

  1. Adoro esse Jogo, adorei a historia e a jogabilidade dele

    ResponderExcluir